,

Pingente Sete Dons do Espírito Santo Ouro 18k 750

R$ 3.500,00

5% de desconto no boleto

1 em estoque (pode ser encomendado)

Frete Grátis

Descrição

Pingente Sete Dons do Espírito Santo Ouro 18k 750.

Sete Dons: Temor a Deus / Piedade / Ciência / Inteligência / Fortaleza / Conselho / Sabedoria

Peso Aproximado: 7 gramas

Tamanho: 3,5 cm (com argola) x 3,00 cm.

Pedras: Zircônios. (caso queira em Diamantes, entrar em contato para orçamento).

Peça pra confecção, 20 dias para confecção

Dúvidas?

WhatsApp: 82999733583

Envie-nos um e-mail: contato@marciojoalheiros.com.br

No cristianismo, o Espírito Santo é a terceira prosopon da Santíssima Trindade – junto com Deus Pai e Deus Filho – e é o Deus onipotente. Ele é visto como sendo uma das pessoas do Deus Triuno, que revelou seu Santo Nome YHWH ao seu povo em Israel, enviou seu Filho Eternamente Gerado Jesus para salvá-los do pecado e da morte e enviou o Espírito Santo para santificar e dar vida à sua Igreja. O Deus Triuno se manifesta como três “pessoas” de uma única substância divina.

Os Sete Dons do Espírito Santo, exatamente como são citados pela tradição católica e que se tornaram fonte de devoção popular, são enumerados na Bíblia no versículo 2 do capítulo 11 do Livro do Profeta Isaías: “Sobre ele repousará o Espírito do Senhor, espírito de SABEDORIA e de ENTENDIMENTO, espírito de CONSELHO e de FORTALEZA, espírito de CIÊNCIA e de PIEDADE* e se alegrará no espírito de TEMOR DE DEUS” (*Vulgata). A lista de nove itens encontrada no versículo 22 do capítulo 5 da Epístola de Paulo aos Gálatas se refere aos frutos do Espírito: “Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, temperança (autodomínio)”. Nos versículos 8 a 10 do capítulo 12 da Primeira Epístola de Paulo aos Coríntios são enumerados nove dons do Espírito e no versículo 28 mais alguns. Numerosos hermeneutas e exegetas da Bíblia entendem que essas listas de enumerações são exemplificativas, que os dons do Espírito são de infinita diversidade, pois “há diversidade de dons e cada um recebe o dom de manifestar o Espírito para o que for útil para todos” (cf. 1Cor 12, 4-7). Segundo esses estudiosos, o número sete no contexto bíblico significa universalidade, totalidade, perfeição; receber os sete dons do Espírito significa, portanto, receber todos os seus inúmeros dons. 

O Divino Espírito Santo ou simplesmente “Divino” é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. É Deus. É o amor entre o Pai e o Filho personificado, vivo e atuante. É Ele quem passa a habitar em nosso coração pelo batismo e quem guia os que creem em Jesus Cristo no caminho da salvação. A Bíblia usa imagens simbólicas para representa-lo, como, Fogo, Sopro, Vento, Água Viva e o símbolo da pomba. Vamos conhecer a origem deste símbolo.

A pomba símbolo do Divino Espírito Santo

A representação do Divino Espírito Santo como uma pomba vem do Novo Testamento. Mais explicitamente da ocasião do batismo de Jesus. Nesta passagem, o Divino Espírito Santo “apareceu em forma corpórea como uma pomba e uma voz veio do céu dizendo: este é meu Filho muito amado, em quem coloco toda a minha afeição”. Os quatro Evangelhos relatam o fato. Os textos estão em: Mateus 3, 16; Marcos 1, 10; Lucas 3, 22; João 1, 32. Por isso a pomba é usada para representar o Divino Espírito Santo.

A auréola de três raios

Em Algumas representações do Divino Espírito Santo há uma auréola de três raios saindo da cabeça da pomba. Este símbolo significa que o Espírito santo faz parte da Santíssima Trindade. Observe que na passagem do batismo de Jesus citada acima, temos o Pai, o Filho e o Espírito Santo, todos se manifestando juntos e se revelando como Trindade à humanidade.

A pomba no Antigo Testamento

No Antigo Testamento a pomba aparece como símbolo da paz e do perdão de Deus, como vemos em Gênesis 8, 8-12: a pomba solta por Noé volta à arca trazendo um ramo de oliveira, anunciando que as águas do dilúvio tinham baixado e que a terra era novamente habitável para o ser humano.

Porque a pomba é símbolo do Espírito Santo”

A pomba é uma ave extraordinária, que apresenta várias qualidades que nos remetem simbolicamente ao Divino Espírito Santo. Vejamos algumas delas:1. A pomba selvagem de Israel aninhava-se na rocha. A rocha é também um dos símbolos de Jesus. Uma das missões do Divino Espírito Santo é revelar a pessoa de Jesus, a rocha que nos sustenta.2. Uma pomba adulta mede 30 cm. Este número nos lembra a idade que Jesus tinha quando começou a pregar o Evangelho.3. A pomba tem um período de incubação de 18 dias, quando ela é apenas um ovo e seu ser pomba está oculto. Jesus passou 18 anos oculto (dos 12 aos 30), preparando-se para sua missão.4. A pomba é dócil, mansa e tem capacidade de adaptação junto ao ser humano. Ela foi uma das primeiras espécies de animais a ser domesticada. Há pelo menos 5 mil anos os egípcios já a domesticavam. Essa docilidade e adaptação nos lembra qualidades do Divino Espírito Santo; ele é dócil, manso, não invade. Além disso, nos conhece mais do que nós mesmos.5. A pomba tem uma resistência extraordinária. Suas asas são poderosas. Elas tem arranque rápido e conseguem voar distâncias de até 900km. Isso nos lembra uma graça que o Divino Espírito Santo nos dá: a resistência contra o mal e a perseverança.6. A pomba tem um senso de direção preciso e altamente desenvolvido. Isso lembra outra graça que o Divino nos dá: a direção, o rumo de nossa vida. E ele sempre vai nos levar até Jesus. Ele conhece o caminho, Ele dá um norte para a nossa vida. Devemos pedir e deixar que Ele nos dirija.7. A pomba tem a carne saborosa. Assim também o Divino Espírito Santo dá sabor à nossa vida.8. A pomba é uma bela ave. Isto nos simboliza que o Espírito santo também é belo e nos conduz para a beleza eterna que é o próprio Deus.9. A pomba se multiplica bastante, gerando 12 filhotes por ano. Assim também o Divino gera os frutos do Espírito em nós (Gálatas 5, 22) e impulsiona a Igreja a multiplicar os fiéis.

Oração ao Divino Espírito Santo

Vinde Espírito Santo enchei os corações de vossos fiéis e ascendei neles o fogo do Vosso amor; enviai Senhor o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.Oremos:Ó Deus, que instruístes os corações de Vossos fiéis com a Luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de sua consolação. Isso Vos pedimos ó Pai em Nome de Jesus Cristo Vosso Filho nosso Senhor na unidade do Espírito Santo. Amém.

A Devoção ao Divino Espírito Santo

Antes da criação

O Espírito Santo é a terceira pessoa da Santíssima Trindade. É Deus, sendo um só com o Pai e o Filho. É Ele quem move os corações dos seres humanos a reconhecerem a existência e o amor de Deus. Por isso, a Devoção ao Divino Espírito Santo remonta aos tempos imemoriáveis. Tanto que Ele é mencionado já no primeiro livro da Bíblia, o Gênesis, capítulo 1, versículo 2! Este versículo diz que, antes da criação: “a terra era sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.” Esta é uma maneira alegórica de dizer que o Espírito Santo estava presente antes da criação do mundo.

Ao longo do Antigo Testamento

Depois, ao longo da história do povo escolhido, o povo hebreu, o Espírito Santo se manifestou inúmeras vezes e de diversas maneiras. Ele chamou Abraão; iluminou os patriarcas; Ele falou através dos profetas; Ele guiou os reis; distribuiu sabedoria e amor; anunciou a vinda do Salvador; inspirou os salmistas.

No Novo Testamento

Por obra do Espírito Santo, a Virgem Maria concebeu e deu à luz Jesus, o Filho de Deus, nosso Senhor e Salvador. O mesmo Espírito Santo guiou a vida pública de Jesus, suas palavras e suas ações. Depois de sua morte e ressurreição, Jesus prometeu enviar o Espírito Santo a seus discípulos. Há várias passagens sobre isso:

Em João 16, 15 e seguintes, Jesus diz:

“É para o bem de vocês que eu vou para o Pai. Se eu não for, o Conselheiro (o Espírito Santo) não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei. Tenho ainda muito que lhes dizer, mas vocês não têm condições de compreender agora. Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade.”

No livro dos atos dos Apóstolos 1, 4-8:

“E, estando Jesus com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes. (A promessa do Espírito Santo) E disse-lhes: João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias… Vós recebereis o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.”

No início da Igreja

Então, no livro dos Atos dos Apóstolos capítulo 2 lemos que o Espírito Santo veio sobre os discípulos como línguas de fogo. A partir desse momento, eles passaram a ser Apóstolos, enviados destemidos a pregar a Boa Nova por todo o mundo. Tanto que o Evangelho de Jesus chegou até nós, hoje, dois mil anos depois.

O Espírito Santo é a alma da Igreja. É Ele quem sustenta a Igreja, quem a ilumina e guia através dos pastores e apesar dos pecados dos fiéis. Por isso, a devoção ao Espírito Santo é, sem dúvida, a mais antiga das devoções. E é uma devoção especialíssima, maravilhosa, pois o espírito Santo é o próprio Deus que habita dentro de nós.

O Espírito Santo nos sacramentos

No sacramento do batismo o Espírito Santo passa a habitar em nós, dando-nos seus preciosos sete dons de santificação: sabedoria, conselho, ciência, fortaleza, entendimento, piedade e temor de Deus. Na Crisma, Ele confirma sua presença em nossa vida e, se nós permitirmos, Ele fará de nós verdadeiros Apóstolos neste mundo, transformando-nos em mensageiros do Evangelho de Cristo. É ele que nos dá a força para viver e pregar o Evangelho. É ele que nos faz amar a Igreja e o próximo. É o próprio Deus habitando em nós e transformando nossa vida.

Devoção perene na vida do cristão

Assim, a devoção ao Espírito Santo deve ser uma constante na vida do cristão. Impossível ver sem Ele, impossível amar sem Ele, impossível viver o Evangelho sem Ele, impossível pregar o evangelho sem Ele. E é precisamente dessa absoluta necessidade que temos do Espírito Santo que nasce a devoção a Ele.

Informação adicional

Peso 300 g
Dimensões 18 x 14 x 9 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Pingente Sete Dons do Espírito Santo Ouro 18k 750”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *